Tarcísio Pereira, Ademilson José da Silva, Marcos Antônio Pessoa França, Bianca Rufino do Nascimento, Paulo Sérgio Limeira de Moura, Anna Amélia Apolinário da Silva, Amanda Karla de Sousa e Vânia Perazzo Barbosa Hlebarova. Estes são os autores selecionados no resultado preliminar do edital Prêmio Políbio Alves de Literatura, divulgado nesta sexta-feira (20) pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope). Ao resultado ainda cabe recurso.

“O fundamental é que conseguimos, com esse prêmio, cobrir um grande vazio que tínhamos, já que há mais de dez anos a Funjope não realizava um prêmio de literatura. Neste, destacamos duas coisas: a primeira é a valorização de um autor local, vivo, que está produzindo, criando, como Políbio Alves. Depois, é um prêmio que garante recursos para os autores e a publicação das obras. Essa é a grande distinção”, declarou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

O documento – que pode ser acessado no link https://transparencia.joaopessoa.pb.gov.br/#/licitacoes?id=5231 – define os primeiros e segundos lugares de cada uma das cinco categorias – romance, conto, crônica, poesia e ensaio.

Entre os critérios de mérito adotados pela comissão julgadora estão originalidade e relevância da obra, qualidade estética e literária, qualidade de escrita do texto, impacto na sociedade e contribuição à cultura, além da qualidade dos aspectos formais da obra.

Assim, os primeiros e segundos lugares ficaram na ordem a seguir. Na categoria romance, o primeiro lugar ficou com Tarcísio Pereira, com o projeto ‘Velho Flor’ e, no segundo, Ademilson José da Silva, com o projeto ‘Sanhauá’. O conto que conquistou a primeira colocação foi ‘Contos que não te contaram’, de Marcos Antônio Pessoa França, e em segundo vem Bianca Rufino do Nascimento com o projeto ‘De quando o rio lavou as histórias’.

Paulo Sérgio Limeira de Moura ficou em primeiro na categoria poesia, com o projeto ‘Soletrar das Sombras’, e Anna Amélia Apolinário da Silva ficou em segundo lugar com ‘Bruxas Sussuram meu Nome’. O projeto que conquistou o primeiro lugar na categoria crônica foi ‘Unhas, política e Aristóteles’, de Amanda Karla de Sousa, e em segundo, ‘Lá e Cá’, de Vânia Perazzo Barbosa Hlebarova.

Finalmente, na categoria ensaio, Sabrina Rafael Bezerra ficou com a primeira colocação, com ‘Vozes Mulheres’, e Gilvan Bezerra de Brito em segundo com ‘O Fim do Enigma’.

Edital – Lançado em março deste ano, o edital tem um valor total em premiação de R$ 50 mil e traz como grande diferencial a homenagem ao artista em vida, valorizando sua obra e mostrando sua importância no cenário cultural e literário.

A iniciativa vai premiar projetos inéditos com a publicação de livros literários nos segmentos da poesia, conto, crônica, ensaio e romance. Em cada um, serão selecionadas duas propostas que contarão com prêmio em dinheiro e publicação. O primeiro lugar receberá R$ 6 mil e o segundo R$ 4 mil. Serão publicados pela Funjope os dois livros premiados em cada categoria.