A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) elaborou um calendário para realizar reuniões virtuais de escutas com os diversos segmentos artísticos e culturais do município. A meta é desburocratizar o acesso ao recurso remanescente da Lei Aldir Blanc.

A Funjope divulgou a agenda do mês de julho, com reuniões sempre a partir das 19h, para intensificar as rodadas de diálogo com a sociedade e os grupos de cultura e arte. “Com esse grupo de trabalho, a gente inicia um processo de diálogo com a sociedade, as associações, fóruns de cultura e todos os profissionais da cultura e das artes de João Pessoa, no sentido de preparar as melhores condições para a utilização desse recurso da Lei Aldir Blanc. Nosso interesse é sempre fazer editais mais inclusivos, que possam atender grupos de artistas que ainda não foram contemplados ou aqueles que têm maior vulnerabilidade social”, destacou Marcus Alves, diretor-presidente da Funjope.

Conforme o calendário, as reuniões começam com o segmento da música, dia 6; audiovisual (7); livro, leitura, literatura e bibliotecas (8). No dia 13, será com o segmento das culturas populares e artesanato; eventos de calendário permanente, como Carnaval e São João (14); teatro e circo (15); dança (20); artes visuais/fotografia (21); comunidades tradicionais e patrimônio histórico e cultural (22); e movimentos LGBTQIA+, negros e negras e pessoas com deficiência, dia 27.

Recursos remanescentes – A regulamentação federal para uso dos recursos remanescentes da Lei Aldir Blanc ainda não foi publicada, mas a Funjope iniciou o planejamento com a criação do grupo de trabalho que vai consultar os segmentos artísticos e culturais. Os documentos devem ser mais inclusivos, reunindo grupos e artistas que mais precisam e não foram contemplados pelos benefícios anteriores. Eles serão formatados em melhores condições para que possam acessar o recurso remanescente da Lei Aldir Blanc.

O grupo interno de trabalho vai revisar todos os editais de 2020. Este é formado por representantes da Funjope e tem uma composição técnica, jurídica e administrativa. Seus integrantes serão responsáveis por mobilizar as diversas consultas que serão realizadas.