A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, esteve na tarde desta terça-feira (7) no Hospital Padre Zé, em João Pessoa, para visitar as obras do Acolhimento aos Enfermos. Com investimentos superiores a R$ 2,5 milhões, o espaço será muito importante para abrigar idosos que recebem alta e não têm onde ficar.

Construído por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Acolhimento dos Enfermos, que vai ganhar o nome da mãe do governador João Azevêdo, Odília Pereira Lins, terá 21 quartos nos três pavimentos, com capacidade de atender a 66 pessoas, inclusive acompanhantes.

Na ocasião, Ana Maria Lins ressaltou a importância do espaço no acolhimento aos idosos enfermos. “Essa obra nasce de uma dificuldade contada pelo padre Egídio de que, após a alta hospitalar, muitos idosos não tinham onde ficar. Levei essa necessidade até o governador João Azevêdo, que decidiu apoiar este projeto”, disse, destacando a homenagem à dona Odília Pereira Lins pelas ações sociais que realizou em vida.

Já o padre Egídio Carvalho, presidente da Fundação Padre Zé, agradeceu o empenho da primeira-dama no projeto de construção do Acolhimento dos Enfermos do hospital. “É  uma obra de grande importância, já que vai abrigar idosos que, vindos do interior, não teriam onde ficar, o que acontece também quando recebem alta. Agradeço à primeira-dama pela sensibilidade e também ao governador João Azevêdo por ter entendido essa necessidade. Esperamos inaugurar esse espaço em março”, disse.

Na oportunidade, o padre Egídio entregou à primeira-dama Ana Maria Lins os projetos desenvolvidos pela Ação Social Arquidiocesana (ASA) em parceria com o Governo do Estado, a exemplo do Prato Cheio e do Banho Cidadão e Migrantes Venezuelanos, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e Secretaria de Estado da Saúde.